A NOVA RAPARIGA AFRICANA 

04-10-2018

A nova Rapariga Africana, aproveitando a minha African Tee   lindo presente da designer Sviatlana Buyan.
30 anos a fase mais bonita da minha vida... Fase em que deixei os 20 de algumas indecisões, algumas mudanças bruscas e de repente já na fase dos 30! Wepaaaa 31 precisamente... 

https://www.facebook.com/sviatlanabuyan/

Chega a fase que o corpo ainda permite vestir como a miúda de liceu nos momentos de lazer, mas ao mesmo tempo vestir como a mulher de negócios que me tenho tornado; conflitos no guarda roupa? Conflitos com metabolismo a ficar cada vez mais lento e notar que os calções dos 20 já não passam na anca 99?


Não, nada disso!
Palavras ordem: - relativizar , não stressar e nunca descuidar.
Os trinta são uma fase fantástica para poder organizar a vida e estabelecer metas para a felicidade e harmonia.
É assim que me sinto, forte, leve e capaz.
É assim a " New African Girl"... Milhares de raparigas que tem assistido à internacionalização e maior aceitação da nossa cultura Africana a  nível mundial.
Hoje em dia o meu closet reflecte exatamente a minha vida, a mistura da Europa com África e algumas influências de outras culturas. Sinto-me uma "Nova Rapariga Africana"; apoiada na moda de movimentos, o poder arriscar e perceber a sorte de viver nesta aldeia global num mundo de partilha ao minuto e a uma velocidade estonteante.


A New African Girl é o movimento que quero lançar aqui neste nosso legado.
A New African Girl mistura o seu padrão com tecidos de outras culturas, com texturas cores e acessórios que reflitam a sua vida e experiências.
Como disse Edward Enninful " I can tell you, without diversity, creativity remains stagnant".


Sem diversidade a criatividade fica estagnada.
Revejo-me na actual mulher Africana, que viaja e traz a moda em forma de cultura; que aposta na diversidade , que faz do seu padrão a sua bandeira, que não deixa de ser menos "cool" por aderir aquilo que é seu, não deixando de ser actual.